terça-feira, 29 de março de 2011

Teste, a tentação e o grande filme


Quando compro DVD’s, testo logo que posso. Não quero correr o risco de ter adquirido um produto com defeito, então simplesmente eu testo. Coloco o disco no player, deixo rodar, vejo algumas cenas, confiro se a legenda está legal e, só depois de todo este périplo, devolvo o querido DVD para sua embalagem, posteriormente achando um lugarzinho para ele junto a seus “irmãos” que já moram no meu estande. É quase um ritual, alguns podem chamar “neurose compulsiva”, mas, de qualquer maneira, prefiro assim, mesmo sabendo que estes testes supérfluos não excluem de todo o risco de algum eventual defeito.

Ontem chegou meu DVD de Bastardos Inglórios e eu fiz o quê? Fui testar, é claro. Coloquei o disco, verifiquei idiomas, áudio, e solicitei, via controle remoto, o início do filme. Quando dei conta, já tinham se passado mais de 20 minutos, e chegava ao fim o primeiro capítulo (quem viu a mais recente obra-prima de Tarantino, sabe que ela é ordenada desta forma capitular). O mais duro foi me deixar contaminar pela realidade de que não teria tempo hábil para assistí-lo por inteiro, parar bem no ponto em que iniciaria o segundo capítulo, guardar o DVD e partir para a revisão de um maldito trabalho universitário. Moral da história: nunca teste o disco de um grande filme quando não puder sucumbir à tentação de vê-lo de cabo a rabo.

3 comentários:

  1. Obrigado pela dica, Celo! Ainda que a mesma chegue um pouco tarde, já que tal realidade acontece recorrentemente comigo e não consigo aprender a evitar isso. No meu caso, pego nas raras vezes que paro na frente da TV um grande filme e sou hipnotizado. Curiosamente "Bastardos Inglórios" foi o último causador de tal feito, quando me prendeu por vários minutos na incrível cena que marca o primenro encontro entre a Shoshanna e o Coronel Hans Landa. Que filme!!!

    Abraços, Celo!

    ResponderExcluir
  2. Olá, Celo!
    Bela divagação.


    Abraçosss

    ResponderExcluir
  3. Pois é, eu até evito colocar BASTARDOS aqui no dvd, senão acho que vou rever o filme uma vez por semana, pelo menos. Obra-prima.

    ResponderExcluir