quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Adeus (e obrigado), Sylvia Kristel


Lembro bem de meu período adolescente, dos hormônios fervilhantes que resultavam, entre outras situações constrangedoras, em ereções involuntárias, comuns a todo garoto imberbe.  Meninas deixaram de ser “grupo rival”, passando a “objetos de desejo”. Sessões da tarde, poucos compromissos, amores “incontroláveis” (ou seja, nuvens passageiras), amigos de escola, televisão, e tudo aquilo que arrefece quando chega a vida adulta.

Também como a maioria dos guris da minha idade, eu era vidrado no Cine Band Privê, sessão dedicada ao chamado soft pornô nas madrugadas da Rede Bandeirantes. Um peito revelado parecia o máximo da transgressão. Na era pré-internet (popularizada) era assim: burilar nossa imaginação sexual ainda soava como ato deliciosamente infrator. Hoje está tudo no google.

Na época, dava um jeito de meu irmão mais novo, o Rafa, adormecer cedo (geralmente aconselhando-o descansar para a plena recuperação de suas forças infantis), me posicionava confortavelmente na cama e esperava iniciar o Privê. As práticas onanistas nem precisariam ser mencionadas, pois implícitas.

Meus filmes prediletos naquelas antemanhãs da Band eram os da longeva série Emanuelle. E a mais icônica das Emanuelles, Sylvia Kristel, morreu na noite de ontem, aos 60 anos, vítima de um câncer na garganta. Então, a rememoração afetiva transcorrida até aqui, é uma homenagem a essa mulher que me ajudou a descortinar a beleza do olhar, do corpo, enfim, da sensualidade feminina. Obrigado, Sra Kristel.

4 comentários:

  1. Bela e justa homenagem :) Linda e povoou o imaginário de muita gente!

    ResponderExcluir
  2. Quem nunca, não é mesmo, Celo? Não pude conter o riso com seu sincero texto, pois suas experiências relatadas são comuns a mim e a tantos outros garotos da nossa idade.

    Um certo constrangimento por assumir isso a cada linha da sua homenagem me tomou... Coisa engraçada.

    Ótimas palavras. Obrigado, Silvia Kristel!

    ResponderExcluir
  3. Olá, Celo!
    Pena, dada minha inocência, não pude conhecer tão bem a Sra. Kristel.

    Abraçosss

    ResponderExcluir
  4. Michael Carvalho Silva9 de janeiro de 2014 19:31

    Sylvia Kristel, a linda, eterna e deliciosa Emmanuelle que povoou os sonhos eróticos de milhares de homens ao redor do mundo, belíssima e extremamente sensual em sua juventude. Descanse em paz, linda Emmanuelle.

    ResponderExcluir